• Você está em:
  • Home
  • Histórias e estórias
Página Anterior

Hístorias

Antônio Gôngora Gimenez

Nome: Antônio Gôngora Gimenez
Nascido em: 1930 na cidade de Cafelândia -SP
Seu Pai, Antônio Gongora, veio no ano de 1946, desmatando 100 alqueires de terra onde construíra uma Serraria com o nome Santa Eliza e mais tarde em torno de 46 casas para hospedar seus filhos, com suas famílias e outros colonos que vieram trabalhar, na sua maioria, oriundos do estado de São Paulo.
Em 28 de agosto de 1951 Antônio Gôngora, veio de mudança de Santa Mariana/Pr para Paraíso do Norte, casado com Dona Ophélia Bernardelli Gôngora, juntos tiveram 6 filhos. (Humberto, Gilberto, Elizabeth, Margareth, Antônio e Adalberto).

Antônio Gongora comentou que a maioria das propriedades daquela época, eram adquiridas através de visão aérea, devido à dificuldade de se locomover dentro da mata.
Seu Antônio nos relatou que juntamente com seu pai e seus irmãos, que moravam na fazenda, levavam madeira daqui para vender em Itápolis -  SP.
Local de sua propriedade, era Placa 4, existia um armazém de secos e molhados e 01 farmácia que pertencia ao Sr. Rosalvo Queiros Nunes (seu cunhado).
Logo na sequência da implantação da Serraria Santa Eliza, iniciaram as plantações de café. Cultura essa, que devido as condições climáticas da época (geadas) em 02 ocasiões, foram muito prejudicados. O que fez com que a maioria dos agricultores, optassem por outras atividades agrícolas, como lavouras de soja, plantação de cana, entre outras.
Em seu relato, Antônio Gongora comentou, que o primeiro prefeito nomeado, foi o Sr. Roque Soares Camargo (Barbeiro), esposo da Dona Olivia Camargo (Professora), antes do 1º Prefeito eleito, Sr. Pedro Stockero.
Mais tarde, Antônio Gongora e seu irmão Gabriel Gongora, compraram uma farmácia, que pertencia ao Sr. José Garcia, chamava “farmácia Santa Maria”.
Ele possuía um gerador de energia que fornecia energia para sua própria casa, para a sua farmácia e para o Hospital Santa Inês, quando era localizado onde é hoje a princesinha calçados, já sendo o segundo endereço do hospital, no início das suas atividades, pouco tempo depois, o hospital teve o seu próprio gerador.
Lembrou de alguns comércios que tinha em Paraíso do Norte, dos 02 cinemas, Cine Teatro Bandeirantes e o Cine Paraíso, das mais de 15 pensões e citou o Hotel Tapejara, que pertencia ao Sr. Paulo Bruchinesk.
Seu Antônio nos contou como se deu a escolha do nome da Piscina, cujo o terreno foi doado por Manoel Mota.
Em 1967, o nome “Seringueira Clube de Campo, foi escolhido dentro do quintal de sua casa, embaixo de uma árvore de Seringueira, em uma das reuniões de jogo de baralho.  Na roda de bate papo, foi sugerido e aceito o nome.
Citou alguns nomes dos companheiros que lembrou e que gostavam de ir jogar baralho em sua residência.
Shiro Ichikawa
Dr. José Durante
Dr. João Gotardelo
Geraldo Cavalcanti
Jurandir Ticianeli
Dr. Dorival Ricci
Rosalvo Queiros
Angelo Durante
Gerônimo, Gabriel e Zeca Gongora
Otacílio Ribeiro
Alcebíedes Ribeiro
Alberto e Gustavo Arraes
Loiry kwiatkowski
Vitalino Ferreira
Jorge Higashi
 
Antonio Gongora ficou viúvo no ano de 2015, reside em Paraíso do Norte até os dias atuais, completou 87 anos no dia 28 de maio de 2017 onde celebrou orgulhosamente a data ao lado de seus 6 filhos, 16 netos, 18 bisnetos e agregados.




AGENDA MUNICIPAL DE EVENTOS